SALTO

 

Projeto Trudis Pharma

A SALTO irá desenvolver um inovador sistema de fabrico robotizado reconfigurável através de tecnologia laser para corte têxtil – IN852A 2016/29

 Este sistema de corte laser irá permitir a automatização do corte de tecido decorado altamente deformável para séries curtas de produção.

 Enquadrado no Programa ConectaPEME 2016, o consórcio do projeto é liderado pelar SELMARK e o composto pelas empresas SYSPRO, UNIMATE e ENXENIA. A AIMEN participa como entidade colaboradora.

 Esta nova solução irá permiti reduzir para metade o tempo do ciclo do processo de corte e melhorar até 300% a taxa de falhas.

O projeto SALTO visa o desenvolvimento de um sistema de corte laser, flexível e adaptativo para o sector têxtil, tendo por base um novo conceito de fabrico robotizada reconfigurável. Mais concretamente, o projeto propõe o desenvolvimento de um sistema inovador de fabrico integral que permite a automatização do corte de tecido decorado altamente deformável para séries curtas de produção e com um grande número de referências, designs e modelos de produto.

Desta forma, pretende-se dar um salto qualitativo e quantitativo nas capacidades produtivas para as operações de corte têxtil. As tecnologias desenvolvidas terão um impacto positivo na eficiência do fabrico e no lead-time, assim como na capacidade de fabrico de produtos cada vez mais individualizados e na melhoria das condições laborais dos operários.

Esta nova solução irá permitir reduzir para metade o tempo de ciclo do processo de corte e o tempo de fabrico de um novo produto deixará de ser de três dias, como acontece atualmente, para passar a demorar, estima-se, de meio dia. Desta forma, o SALTO irá permitir uma poupança de tecido de 10% e uma melhoria de 300% na taxa de falhas ou recusas que possam ser detetadas durante o processo de controlo de qualidade.

Com esta nova solução, é apresentado um inovador sistema de fabrico que pressupõe uma modernização industrial com especial interesse para os processos de corte de tecido em empresas de confeção têxtil.

Colaboração intersectorial

O projeto SALTO, com um orçamento de 357 435 euros e uma duração total de 34 meses, enquadra-se no Programa ConectaPEME 2016.

Para o desenvolvimento deste projeto, foi constituído um consórcio multidisciplinar liderado pela SELMARK (conceção e fabrico de artigos de lingerie) e composto pelas empresas SYSPRO (serviços orientados para a integração de tecnologias no campo da automatização, software industrial, robótica e visão artificial), UNIMATE (engenharia especializada na automatização de processos com robôs industriais) e ENXENIA (engenharia e I+D especializada no conceção mecânica e assistência no processo produtivo a empresas de fabrico e transformação de produtos).

Este grupo de empresas conta com a colaboração do AIMEN Centro Tecnológico.